A chegada de nova modalidade de apps provoca guerra de preços no transporte do Rio

0

A  disputa essa semana no Rio ficou mais acirrada entre os táxis e aplicativos, começou uma verdadeira guerra de tarifas. E quem sai ganhando é o consumidor.

Um dia após a chegada do Uber Pool, aplicativo que oferece corrida compartilhada, e promete que  o passageiro irá economizar até 40% em sua viagem. A Easy Táxi  anunciou   desconto para todas as suas viagens, por tempo indeterminado. Segundo a empresa dona do app    em BH (MG) depois dos taxistas aceitarem reduzir o preço em 30%, em apenas três dias de campanha,  o número de corridas aumentou bastante.

E além dessa nova modalidade da Uber chegou o T81 que diz que sua corrida será mais barata 60% em relação ao táxi.   Empresa chegou para concorrer direto com a Uber, afirma que o valor cobrado do motorista por cada corrida é bem menor,  não tem tarifas dinâmicas e, ainda, aceita o pagamento em dinheiro. Além disso, é possível pedir também uma moto.

Já os  taxistas reclamam que a noite  não há mais passageiros, os pontos andam vazios, já perderam 50% do seu faturamento. Muitos permissionários  já baixaram até o valor do aluguel da diária do táxi, porque hoje o taxista para conseguir pagar  trabalha em torno de 17 horas,  mas mesmo depois que as diárias caíram, é difícil pagar o valor.

 

Não tem passageiro para tanto serviço de transporte. Todos saem perdendo. É preciso que a prefeitura faça algo, ou os taxistas do Rio vão à falência por conta da pirataria. Segundo eles é uma concorrência totalmente desleal.

 

E não para por aí alguns motoristas Uber também reclamam que o faturamento tem sido bem abaixo do esperado e falta ajuda da empresa. Por isso eles estão resistentes ao novo serviço, o Pool. Pois não acreditam que a corrida compartilhada realmente trará melhores ganhos, já que no Uber Pool, se só uma pessoa entrar no carro, a empresa vai pegar 10%. Se duas pessoas entrarem, ficará com 30%.

 

E nessa história toda já até sabemos o final, um bando de carros rodando batendo cabeça e para no final do dia ninguém faturar nem 100 reais.

 

Compartilhar.

Sobre o Autor

Deixe uma resposta