Aplicativos de táxi reagem ao Uber Pool. E apps de táxi estão testando serviço similar

0

Para quem não conhece, o Pool é uma modalidade em que o passageiro aceita dividir o carro com outro usuário do serviço que esteja próximo a ele e tenha como destino um local mais ou menos na mesma direção. Há um limite de três pessoas no carro. Elas compartilham o valor da corrida de acordo com o trecho que cada uma percorreu. Por uma corrida feita usando o Uber Pool, você paga em torno de 75% da tarifa do UberX.

Só que para preocupação dos taxistas, além da concorrência de várias formas do Uber, recentemente, pelo menos dois aplicativos de táxi – o Easy Taxi e o 99 – estão testando serviços similares ao Pool. O da Easy, inclusive, já começou a funcionar para uma parte dos usuários – aqueles que pegam corridas corporativas ou fazem o pagamento direto pelo aplicativo. Ele tem algumas limitações em relação ao Pool.

Veja a diferença: no Pool, o passageiro tem um desconto de 25% na corrida independentemente de quantas pessoas estiverem no carro. Mesmo se ninguém entrar ao longo do trajeto, você pagará menos. Já o serviço da Easy, por enquanto, exige que os usuários que irão compartilhar a corrida estejam num raio de 250 metros quando o carro for chamado e que os destinos de ambos não ultrapassem a distância de 750 metros. Deve funcionar melhor em ocasiões de grandes aglomerações, como shows. Se dentro dessas condições você tiver um “match” com outra pessoa, pagará um pouco mais que a metade da corrida. Se uma viagem individual custa R$ 20, cada um dos ocupantes pagará R$ 12, por exemplo. O “a mais” fica com o motorista. O serviço ficará em testes pelos próximos um ou dois meses.

Já a 99 deu menos detalhes. A empresa confirma que lançará em breve um produto voltado para o compartilhamento de corridas, mas diz que ainda está realizando testes.

Por que isso é importante?
Para alguns, há muitos benefícios em se unir à essa ferramenta, porém, além a economia financeira para quem está usufruindo do serviço como bônus também entra o fato de que há mais gente deixando o carro em casa. Isso reduz a poluição e contribui para a melhoria do trânsito. Também é uma forma de os usuários driblarem a ineficiência do transporte coletivo. Em muitos casos, uma corrida compartilhada custará quase o mesmo preço de uma viagem que envolva ônibus e metrô, por exemplo.

Do ponto de vista de especialistas, os táxis ainda terão mais vantagem do que a Uber, que fica com algo entre 20% e 25% do valor da corrida.

 

Fonte: Época

Compartilhar.

Sobre o Autor

Deixe uma resposta