Santa Catarina: Taxista que foi baleado na nuca após corrida

0

Mesmo ferido, taxista de 48 anos ainda conseguiu dirigir e pedir socorro aos colegas

O projétil que atingiu a nuca do taxista Abel Cândido, de 48 anos, na madrugada de sábado já foi retirado após cigurgia.

A tentativa de homicídio ocorreu, segundo a Polícia Militar, no bairro Jardim Panorâmico, também em Lages, destino da corrida naquele momento.

O tiro que atingiu a nuca da vítima foi disparado ainda dentro do táxi, um Ford Ka, por um dos três homens que solicitou a corrida. Mesmo ferido, o taxista ainda conseguiu dirigir até o ponto onde trabalha e pedir socorro aos colegas.

Segundo detalhes repassados pela própria PM, o hospital teria informado que a vítima chegou inconsciente na unidade e que seu estado de saúde era grave. Ainda não se sabe se algo foi roubado durante o crime. O carro, foi recolhido pela Divisão de Investigação de Crimes (DIC) do município. Apesar de terem sido feitas rondas pela região, até o momento nenhum suspeito foi identificado ou localizado

Compartilhar.

Sobre o Autor

Deixe uma resposta